Páginas

segunda-feira, 14 de março de 2011

Andando de ônibus em Curitiba I (Como funciona o Transporte em Curitiba?)

Este texto é de 2007. Publiquei após uma longa visita à Curitiba. Coloco-o aqui para que os iguaçuenses entendam como funciona o transporte público de Curitiba.

Jackson Lima

Escrevi há pouco – e postei aqui – uma série de artigos sobre Como andar de Ônibus em Foz do Iguaçu. Ônibus é um assunto fascinante. Parte do material que vou escrever aqui já está disponível no meu blog (inglês) Dicas sobre a Região das Cataratas do Iguaçu. A vez agora é de Curitiba. Tenho muito respeito pela equipe responsável pelo Sistema de Transporte de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana. Vamos começar com números.

Hoje, o Sistema – é necessário pensar em sistema – de Transporte Rápido de Passageiros de Curitiba transporta 1.9 milhão de passageiros por dia. Os passageiros são de Curitiba e de mais 25 municípios que formam a RMC. Desses 26 municípios, 13 estão integrados na Rede de Transporte Integrado (RIT) o que significa que os preços das passagens estão integrados – sãos os mesmos. É o que se chama de Tarifa Social. Hoje, a passagem em Curitiba e dentro da RMC custa R$ 1.90. Aos domingos, o preço da passagem, na área da RIT, cai para R$ 1.00 e é válida para os 13 municípios. Um bom exemplo a ser seguido por outros municípios como Foz do Iguaçu – que já cobra R$ 2.00 há tempo. A URBS – Urbanização de Curitiba SA – empresa mista que administra o transporte na cidade, diz que assim se garante o direito e o acesso dos cidadãos à recreação, ao lazer e à tranqüilidade. Fontes da URBS afirmam que, em vez de prejuízo, com as tarifas sociais de domingo, as empresas lucraram – pois muita gente que vai às ruas no domingo, ficaria em casa por falta de dinheiro.

Números e frotas especiais - Para entender como funciona o Sistema de Transporte de Curitiba, é necessário saber que existe diferentes modelos de ônibus para diferentes tipos de vias, tipos de terminais e tipos de linhas. Estes três últimos “tipos” eu chamo de “a Trindade do Sistema”. Assim, os 1.902 ônibus do Sistema servem a 275 linhas divididos em: ônibus Expresso – que são biarticulados vermelhos; ônibus interbairros que são comuns ou articulados verdes; ônibus alimentadores comuns ou biarticulados de cor laranja e os ônibus rápidos – também chamados de “LIGEIRINHOS” – ônibus comuns de cor prata. Mas há ainda linhas especiais como a Interhospitais, a Linha do Turismo (que Foz do Iguaçu bem poderia ter uma independente do sistema de recepção de turistas) e o SITESSistema Integrado de Ensino Especial que são ônibus que atendem às escolas para alunos especiais e com algum tipo de deficiência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário